Salto alto pra dirigir Pode?

Dirigir de salto nem sempre é uma infração, depende do tipo utilizado. No Código Brasileiro de Trânsito consta que é proibido conduzir o veículo com calçados que não se fixem aos pés, ou seja, se o seu salto estiver preso ao calcanhar, não é um problema. No entanto, o salto pode causar dificuldades para realizar alguns movimentos, ele pode travar e dificultar um procedimento simples, como pisar na embreagem, freio ou acelerador. Por essas e outras, salto alto não é o calçado mais indicado para dirigir.

Agora, rasteirinhas, chinelos e sapatilhas que não tenham fundo no calcanhar são proibidos e configuram, sim, uma infração, considerada média, que contam 4 pontos na carteira e uma multa chega a R$130,16.

Usar chinelos e sandálias na hora de dirigir é errado. De acordo com a legislação, é infração de trânsito o uso de calçados que não se firmem no pé ou que comprometam a utilização dos pedais. Ou seja, estão proibidas sandálias do tipo plataforma, ou de salto, e outras que não sejam fixadas nos calcanhares e tornozelos. Portanto, o recomendado nesses casos é conduzir com os pés descalços para ter mais segurança na hora de utilizar os pedais. Fonte (Detran – PR)

Mas, então, qual o melhor calçado para dirigir? Quais atitudes podem ajudar e quais irão atrapalhar?

Evite o salto, leve sempre um sapato mais confortável…

Você provavelmente já deve ter visto esses novos sapatinhos que estão sendo usados por aí, estilo alpargata. Para direção eles são ótimos. Macios, confortáveis e não prejudicam a execução de qualquer movimento que deseje realizar. Não são caros e podem ser uma excelente opção para deixar no carro. Quer ir trabalhar de salto? Tudo bem. Mas, enquanto estiver no volante, por que não usar a alpargata? É muito mais seguro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *